Grupo Lobo

Grupo Lobo

Grupo Lobo

O Grupo Lobo é uma organização não-governamental de ambiente, independente e sem fins lucrativos, reconhecido com o Estatuto de Utilidade Pública, fundado em 1985 para trabalhar em prol da conservação do lobo e do seu ecossistema em Portugal. Esta associação foi criada em virtude da necessidade de aprofundar e divulgar o conhecimento sobre o lobo, cuja verdadeira natureza é ainda desconhecida para a maioria das pessoas. É também propósito do Grupo Lobo desenvolver esforços para estabelecer as condições legais, ecológicas e socioeconómicas indispensáveis a uma conservação efetiva da população lupina nacional.
Tendo em conta a situação populacional deste carnívoro, o Grupo Lobo iniciou em 1987 um projeto multidisciplinar – Programa Signatus – que procura contribuir para a coexistência do homem e do lobo no nosso país, através da: i) Investigação aplicada, conducente a um melhor conhecimento do lobo e das interações com o Homem; ii) Promoção de medidas práticas de conservação de forma a aumentar a tolerância das comunidades rurais, facilitando a coexistência com o lobo; iii) Educação e sensibilização ambiental, divulgando informação correta acerca deste predador.
Em 1987, o Grupo Lobo criou o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico (CRLI), que tem como principal objetivo proporcionar boas condições de cativeiro a lobos que não podem viver em liberdade. Os lobos que aqui encontram refúgio são verdadeiros embaixadores dos lobos na natureza, contribuindo para a sensibilização da opinião pública na conservação do último grande carnívoro do nosso país.
O Grupo Lobo trabalha também, desde 1987, com comunidades rurais no sentido de recuperar e promover o uso de cães de guado de raças nacionais como uma medida eficiente para reduzir os prejuízos causados pelo lobo e os conflitos daí resultantes.