pt-ptenes

Sagres foi palco do maior evento de observação de aves de Portugal

A 4ª edição do Festival de Observação de Aves de Sagres, que decorreu de 4 a 6 de outubro, bateu o recorde não só do número de participantes, mas também do número de espécies de aves observadas.

Cartaz 2013Mais uma vez Sagres foi o destino de muitos observadores de aves, que se reuniram no ponto mais ocidental da Europa para celebrar a migração de aves, que nesta altura deixam os seus locais de nidificação e rumam a África para passar o inverno. Este ano o Festival superou as expetativas e ultrapassaram-se os números das edições anteriores: os cerca de 900 participantes, as 143 espécies de aves registadas e as 100 atividades organizadas nestes 3 dias são motivo de orgulho para promotores, organizadores e parceiros.

Além de residentes no Algarve, e oriundos de vários pontos de país, o Festival recebeu participantes da Alemanha, Argentina, Brasil, Dinamarca, Reino Unido, Espanha, França, Holanda, Japão, Nova Zelândia, Suécia e Estados Unidos da América, que aproveitaram a sua estada no Algarve para se deslocar a Sagres ou, noutros casos, vieram propositadamente para participar no evento. Este facto demonstra que o Festival de Observação de Aves de Sagres já é conhecido além fronteiras!

Nesta 4ª edição do festival, foram registadas 143 espécies de aves, o que representa um bom número a nível europeu, numa área tão reduzida. Foram observadas entre outras, 21 espécies de aves marinhas, 22 espécies de aves de rapina, e 69 espécies de passeriformes. Muitas destas espécies são migradores transarianos, que se dirigem para a africa tropical, outros são dispersores e/ou invernantes, havendo também muitas espécies residentes e outras migradoras mais tardias, que ainda permanecem na área.

A importância deste evento para a promoção de Sagres e para estimular a economia local numa altura do ano que já não é época alta, são fatores que levam cada vez mais estabelecimentos locais a aderirem à rede de parceiros do Festival, que este ano congregou mais de 19 alojamentos e 33 restaurantes.

Embora a atração principal do evento fossem as aves, este ano o programa alargou os temas das atividades para incluir iniciativas diversas de turismo de natureza e, deste modo, corresponder ao desejo dos participantes que se deslocam a Sagres com familiares e amigos e querem ter oportunidade para desfrutar e aprender acerca dos valores naturais e culturais deste local, sob orientação de especialistas. Desde viagens de barco para observação de aves e golfinhos, a diversos mini cursos temáticos, passeios a cavalo ou de burro, exposições, sessões de anilhagem cientifica ou de monitorização de aves, muitos foram os pretextos que levaram turistas nacionais a estrangeiros a escolher este destino para um fim de semana diferente, em contacto com a natureza.

A Associação de Turismo do Algarve voltou a integrar este Festival no programa da Press/Fam Trip que organiza neste período do ano, dirigido a jornalistas e operadores turísticos especializados em Birdwatching e Turismo de Natureza, sendo uma ação que pretende dar a conhecer locais e valores naturais da região e, assim, estimular o crescimento de formas de turismo alternativos ou complementares ao Sol & Praia.

O Festival realizou-se no âmbito do PRODER, projeto ‘Um Outro Algarve’ e foi uma das ações que pretende promover o turismo de natureza enquanto setor estratégico e motor de desenvolvimento do território.

Vídeo promocional:

Sagres Birdwatching Festival from Paulo Margalho on Vimeo.